No elevador

elevador

– Friozinho hoje, né?

– Não me lembro de ninguém reclamando do tempo quando eram os ladrões que estavam no governo.

– Não reclamei, senhora. Só comentei que está frio.

– Se prefere calor insuportável de antes, vai pra Cuba, que lá é quente do jeito de vocês gostam.

– Vocês quem?

– Vocês que se locupletaram durante 13 anos, e agora, com 7 meses de governo, não tendo do que reclamar, botam a culpa de tudo no presidente, que quase morreu pelo país. Até o frio!

(Silêncio. A senhora, toda encasacada, desce no 4º andar, pisando duro e sem olhar para trás. Entra um rapaz.)

– Como tem gente maluca neste mundo. Comentei que estava frio e esta senhora saiu cuspindo marimbondo, como se eu estivesse fazendo crítica política.

– E não estava?

– Não, só comentei que esfriou hoje e…

– E você acha que este frio não tem a ver com o aquecimento global, com a devastação das florestas, com a política ambiental? Com esse clima horroroso que vocês implantaram no país?

– Vocês quem?

– Vocês, retrógrados, entreguistas.

– Mas…

– Eu não dialogo com fascista.

Silêncio. O rapaz, de camiseta regata, desce no térreo, pisando duro e sem olhar para trás. Uma mocinha que aguarda o elevador pergunta:

– Está descendo ou subindo?

– Não sabe se quer subir ou descer? Decida-se primeiro, em vez de ficar aí em cima do muro. É por culpa de vocês, isentões, que o Brasil está desse jeito!

E sai, pisando duro, sem olhar para trás – esquecendo que tinha que ir pegar o carro no subsolo.

Anúncios

3 comentários em “No elevador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s